Guia rapidíssimo da Floresta

Aqui, selecionamos as informações que consideramos mais fundamentais para os primeiros passos pela Floresta Sintá(c)tica. Para uma documentação mais completa sobre a Floresta, consulte a “Bíblia Florestal”.

O Formato

A análise de cada frase é iniciada por A1 (análise 1) e, caso a frase possua mais de uma análise (casos de ambigüidade), haverá árvores distintas (A1, A2 etc)

Etiquetas

Na Floresta, a cada palavra são associadas etiquetas – etiquetas principais (de função e de forma) e secundárias:

1. etiquetas de função e de forma

Estas etiquetas aparecem como FUNÇÃO:forma. Em a menina gulosa, por exemplo, temos:

  >N			a
  H:n 			menina
  N<adj			gulosa
  

Em que, para o “a”, >N é FUNÇÃO, e indica que a palavra em questão é dependente à esquerda (por isso o sinal “>”) de um núcleo nominal (N). Já a forma de “a” é artigo definido. Por isso, o par >N:artd.

“menina” é o núcleo do sintagma nominal, por isso a FUNÇÃO é H. Como a palavra em questão é um nome, a forma é n.

Por fim, o adjetivo “gulosa”. Como é um dependente (modificador) à direita do nome, recebe a etiqueta de FUNÇÃO (N<) e a etiqueta de forma adj.

Aqui está um glossário com as etiquetas de função e de forma utilizadas na Floresta.

2. Etiquetas secundárias:

A cada palavra também é associado o seu lema, e informações morfossintáticas (gênero, número, tempo, modo e pessoa para os verbos e, eventualmente, outras etiquetas indicativas de fenômenos como elipse, construções de foco etc). Aqui está um glossário com todas as etiquetas secundárias utilizadas na Floresta. Em a menina gulosa, o acréscimo das etiquetas secundárias leva ao seguinte formato

	>N:art('a' <artd> F S)		a
	H:n('menina' F S)		menina
	N<: adj('guloso' F S) 		gulosa

Orações e frases

As orações podem exibir as seguintes formas:

  • fcl, oração finita (finite clause)
  • icl, oração não-finita (non-finite clause)
  • acl, oração averbal (averbal clause)
  • cu, coordenação de orações

Mais informações sobre as formas de orações.

A Floresta também codifica informação relativa às funções dos enunciados:

  • STA — frases declarativas
  • QUE — frases interrogativas
  • EXC — frases exclamativas
  • CMD — frases imperativas (comando)
  • UTT — função genérica

Os níveis (indentação)

A profundidade dos constituintes das árvores é indicada por o sinal de igual (=). Em A menina gulosa jantou duas tigelas de sopa de legumes a árvore é:

A1
STA:fcl
=SUBJ:np
==>N:art('a' <artd> F S)  	 a
==H:n('menina' F S)              menina
==N<:adj('guloso' F S)           gulosa
=P:v-fin('jantar' PS 3S IND)   	 jantou
=ACC:np
==>N:num('duas' <card> F P)      duas
==H:n('tigela' F P)              tigelas
==N<:pp
===H:prp('de')                   de
===P<:np
====H:n('sopa' F S) sopa
====N<:pp
=====H:prp('de')                 de
=====P<:np
======H:n ('legume' M P)         legumes

Busca em árvores

Provisoriamente, disponibilizamos o Águia, um sistema de procura em árvores criado especialmente para a Floresta, mas uma interface que esperamos mais amigável já está em desenvolvimento. Aqui está um guia rápido para a utilização do Águia.

Ligações